terça-feira, 29 de dezembro de 2009

A ESPERANÇA!...



Esperança!...


O tempo e as esperanças tem o sentido da nossa atuante presença!
Os nossos sonhos podem se tornam em numa fieis realidade...
Perseverar e procurando conscientemente as tantas possibilidades!
Como servos dos nossos próprios domínios e da nossa boa mudança...

E no fino das conquistas e elo da superação assim se constrói...
O prazer, a felicidade e os todos instantes evolventes da verdade!
Aos tantos desejos e os tantos envolvimentos da nossa idade...
No entanto seguimos com as todas enérgicas esperanças e glória...

A esperança que cabe em cada ente que assim se determina.
O amor o sólido que se ajusta aos tantos seres que até germina...
Em cada ambiente e em cada grão ao que se consolida e concorre...

Neste fecundo desaguar da confiança o sentimento amplo combina.
Na vanguarda das esperanças o poder que emana e que determina.
Assim e sempre lutaremos; pois: A esperança é a última que morre!...

Diomedes Inácio da Silva - poeta e escritor.





Nenhum comentário:

Postar um comentário